sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Adriano Nunes: "Pesam as quimeras, claro" - Para Lêdo Ivo

"Pesam as quimeras, claro" - Para Lêdo Ivo 



Os dias passando rápido,
O sentir a mil por hora...
Pesam as quimeras, claro,
Porque o enigma me devora.

Depois, irei pelo asfalto
Em chamas, talvez, sem volta,
E, enfim, meus olhos, cansados

De clichês, flertem, lá fora,

Co' esp'rança, co' a vida agora.
Ai, tudo está mesmo dado
Ao inesperado, de sobra.

Os dias passando rápido...
Pensar? Para que lógica
Ante um sorriso, um abraço?

Nenhum comentário: