quinta-feira, 6 de maio de 2010

Adriano Nunes: "De versos e vez"

"De versos e vez"

Meu coração dis-
Para: a lida fez
De versos e vez.
Silêncios, não quis.


Um comentário:

Vieira Calado disse...

Gosto deste tipo de experimentalismos.

Um abraço