terça-feira, 8 de junho de 2010

Adriano Nunes: "Arte Poética" - Para Haroldo de Campos

"Arte Poética" - Para Haroldo de Campos

Do
Ventre

Ao
Voo

Livre, o
Verso,


Feto
Sem

Termo,
Sem

Vez,
Sem 

Forma a
Inda, 

Signo
In

Válido,
Re

Tido,
Preso,

Dentro
Do a


Caso
Cômodo

Do 
Ócio,

À es
Pera

Do
Tempo


Est
Ético, o


Prazo
Métrico,


Do
Ritmo

Mais
Vivo,

De 
Si,

Que a
Vir

Muito
Custa,

Do
Rígido e

Fundo
Corte

Do
Cérebro.


Como
Lutam

Por
Ele

As
Musas!





3 comentários:

Anônimo disse...

Adriano outro dia comentei aqui sobre um outro poema (soneto) belissimo, faz pouco tempo. esse tambem é de se comentar.belíssimo!!
e em homenagem ao Haroldo de Campos
mais belo ainda, acho que ele gostaria...párabéns!

Ana Tapadas disse...

Lindo!
Daquele estilo que o caracteriza tão bem!
Beijo

betina moraes disse...

é, você não tem limites!



grande adriano, sua poesia supera o lugar comum e se estabelece como arte.

belíssimo concreto,

um beijo, de fã.