quarta-feira, 11 de novembro de 2009

ADRIANO NUNES: "Tarde intensa" - Para a minha mãe.

"Tarde intensa" - Para a minha mãe.



Tarda a noite
A cair.
Que fazer
nesta tarde
Que é sem fim?

Que querer
Desta vida
Tão sentida,
Dividida
Entre versos

E vontades?
Não há nada
Que me salve
De mim. Nem
Mesmo o tempo

Que é me dado.
Sou de fato
Toda angústia,
Bomba atômica
De sentidos...

Só preciso
Implodir!



3 comentários:

Nydia Bonetti disse...

Adriano

Costumo dizer que a poesia nos salva, especialmente de nós memsos. Mas há tardes em que também duvido disso...

beijo!

Ana Tapadas disse...

Ah!...as nossas mães. Como me angustio de ver a minha a perder saúde todos os dias, meu amigo médico-poeta...
bj

Lílian e Isaias disse...

Sabe que essa mistura de poesia e vida real me cativa muito. Seu blog é muito bom e eu desejo sucesso para os seus posts amigo. Tudo d bom de coração

http://carolldesouza.blogspot.com/