sábado, 21 de novembro de 2009

ADRIANO NUNES: "Arquivo vivo" - Para Antonio Cicero.

"Arquivo vivo" - Para Antonio Cicero.




Na estante, tudo
Que quero: o mundo,
O mais profundo,
Imóvel, mudo,

Quase um poema,
Onde estou salvo...
E em mira o alvo:
Vida suprema.




2 comentários:

aha naah disse...

também guardo meu mundo na estante. e em versos.

Nydia Bonetti disse...

Como achei isto bonito, Adriano.

Beijo!