domingo, 9 de dezembro de 2012

Rubén Vela: "OTRA VEZ"

Rubén Vela: "OTRA VEZ"

A Nina




Extenderé mi mano


extenderé mi mano
sobre tanta soledad

y con la memoria del deslumbrado

repetiré los nombres de todas esas cosas
que nos salvaban de morir.



"Outra vez" (Tradução de Adriano Nunes)

A Nina 







Estenderei minha mão

estenderei minha mão
sobre tanta solidão

e com a memória do deslumbrado

repetirei os nomes de todas essas coisas
que nos salvavam de morrer.




In: VELA, Rubén. "Obra Poética 1953-2004". Buenos Aires: Vinciguerra, 2006, página 227.

Um comentário:

Anna Amorim disse...

Grata pela tradução da solidão escrita do poeta Rubén Vela.
A poesia esta oração!

Beijos,