terça-feira, 27 de julho de 2010

ADRIANO NUNES: "No céu azul desta tarde"

‎"No céu azul desta tarde"



Eu faço questão do céu
Azul nesta tarde turva.
Eu faço questão do Sol
Brilhando no azul do céu.
Eu faço questão da tarde
Ardente em minha visão.
Esta tarde tudo invade:

A vida, o verso, a viagem...
A folha em branco... que espanto!
Assim tudo vingará.
Assim tudo dará voltas.
Assim tudo será mais.
Meu coração sabe bem
Como afrontar alvoradas!





2 comentários:

betina moraes disse...

"afrontar alvoradas"!

vai ser difícil eu esquecer uma frase assim... que imagem maravilhosa, que significado belo de força para definir um coração!

lindíssimo o verso para uma tarde atemporal.

parabéns, meu querido.

ADRIANO NUNES disse...

Cara Betina,

Que bom que você gostou desse meu poema! Gosto também dessa imagem que veio súbita durante o processo de criação desse poema.

Beijo no coração,
Adriano Nunes.