sexta-feira, 23 de julho de 2010

Adriano Nunes: "À janela"

"À janela"


Quadrilátero
Transparente
Quase rente
Ao ver. O

Vivo objeto
Fixo, enfeite
De vãos, leite
Do arquiteto.

Pela vítrea
Fresta, a lua
Vista nua. A

Livre área
Do lar... E, à
Frente, a rua.




Um comentário:

Lara Amaral disse...

Linda sua paisagem poética.

Beijo.