sábado, 21 de fevereiro de 2015

Adriano Nunes: "O amor é uma cilada"

"O amor é uma cilada"



O amor é uma cilada -
Diz a amiga do poeta Fred Girauta.
Creditem. Pode ser
Tudo, pode ser mesmo
Nada. Pode até ser
Maneiro, ao seu modo.
E ser do tempo o mofo.

O amor - será que é
Óbvio ou ovni?

Mas calma! Muita calma.
O amor é sóbrio. Aceso

Fósforo frente a alma.
É singular do amor
Ir do ethos ao logos
Na primeira mancada,
E, num piscar de átimos,
Arrancar os seus olhos.
Vem do silêncio ignoto...

Dizem que o amor é ótimo.
Aqui, da escrivaninha,
Lembro os retalhos sérios
Que fundo me fizeram
- Ah, como ser ferido
Novamente eu quero! -
As flechadas de Eros.

3 comentários:

Olá, me chamo Lorena e eu disse...

Boa tarde! adorei o texto! quero lê muitos outros, irei te segui! se quiseres me segui também, ficarei grata! :)

Um abraço carinhoso

Eleonora Marino Duarte disse...

é isso!
amor é principalmente coragem



e



poesia, claro!



ótimo poema, Adriano <3


beijos.

ADRIANO NUNES disse...

Caras Eleonora e Lorena,



obrigado!


Abraço forte.
Adriano Nunes