sábado, 18 de outubro de 2008

Adriano Nunes: "Dar-se ao infinito." - Para Alice Ruiz

Adriano Nunes: "Dar-se ao infinito." - Para Alice Ruiz


Cora-se de
Azul o cosmo.
Da chuva à chama,
Acha-se o ver

Verde e amarelo,
O sol  a pino,
As novas nuvens,
Manto-algodão.

Fósforo aceso...
Alto revoa a
Ave, no avião
Pousa o chão, Sísifos.

Ponte e promessa e
Prisma e projeto e
Primeira aurora
Para despir-se

Do agora: glosa
E mote e moda
E modo e moto-
Contínuo e música.

O coração...
Ele não sabe
Desse querer
Dar-se ao infinito.




Nenhum comentário: