sábado, 5 de fevereiro de 2011

Adriano Nunes: "O amor"

"O amor"

Declaro-o:
Pássaro perdido.
Conheci o

Amor
Entre mentiras e
Riscos.
Não esse
Conto de fadas
Dos livros,

O amor infinito
Que já fora demais
Definido,


O amor que é
Mais que tudo:
Corpo,
Alma, qualquer
Coisa pensada.
Ou isso.


2 comentários:

carmen silvia presotto disse...

Vivas ao amor, este tempo que não pode ser, apenas quando tido...

Um beijo Adriano e gosto muito de te ler, de estar próxima aos teus poemas.

Beijos.

betina moraes disse...

belas considerações líricas de quem conhece o amor por dentro.


um beijo, querido.