quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Adriano Nunes: "cosmo"

"cosmo"

esc
o
n
d
ido
esc
and
ido

o
ver
so
vive
per

d
ido

(ome
lete
de
le
tras
e
signos)

no
en

ig
mát
ic
o
cosmo


d

o
que 

pen
so 

sinto






2 comentários:

Mai disse...

Do caos ao cosmo a tua poesia.

abraços

Fernando Campanella disse...

Olá, Adrano, também estou te seguindo. Li alguns poemas mais recentes aqui, e muito me encanta teu gosto, tua bandeira poética. Parabéns pelo espaço. Virei mais vezes.
Um abraço.