segunda-feira, 4 de maio de 2009

Adriano Nunes: "Para escrever alguns versos"

"Para escrever alguns versos"


Paira sobre a praia de Paripueira
A saudade de saber-me linguagem.
Procuro por um papel,
Para escrever alguns versos.
Há a áurea areia.

Daqui,  outro mar concebo
Pra poder abrigar  meu coração
Numa fragata de tempos.
Lanço-me às águas, às ondas...
Não aprendi a ser sereia 

E afoga-me o fulgor do litoral.
Portentos me povoam todo, enquanto
A vida se veste de vozes,
Volitivas vozes. 
E o infinito me incendeia.





3 comentários:

MARI MARI (Marielza Tiscate) disse...

Sabe quando alguém escreve algo que faz sentido num lugar seu que até então não fazia sentido algum?
Quando sinto isso digo: esse é um lindo poema!
Abraço pra você. Vou seguir seu desasossego.

Marimari

cabecadaclube.blogspot.com
marielzat.blogspot.com
myspace.com/marimaritiscate

ADRIANO NUNES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Tapadas disse...

coisas simples fazem o sentido do poema...e da vida!
beijo